Filmes, Menu principal

“A Hospedeira” (The Host), 2013

Pré-PS: Essa é a primeira resenha de filmes que faço. Periodicamente, para aumentar mais o público do blog, postarei resenhas sobre filmes que assisti. Portanto, são as minhas impressões pessoais e não sou crítico profissionalmente falando quando comento as partes técnicas, são apenas observações minhas.

A Hospedeira (The Host), 2013
de Andrew Niccol
com Saoirse Ronan, Max Irons, Jake Abel, Diane Kruger, William Hurt

the-Host

Um bom filme, nem tão péssimo, nem tão excelente ou épico. O filme adapta do livro de mesmo nome numa época que Stephenie Meyer decidia escrever para um outro público que estava acostumada para “apagar a pressão do lançamento de Eclipse” e das altíssimas expectativas em torno do último livro do Crepúsculo.

Me surpreendi com a atuação da Saoirse Ronan, a Melanie/Wanda, que foi acima do esperado (pelo menos não tem a cara de sem expressão da Kristen Stewart), já o elenco masculino, como sempre, são dignos de galãs e possui atuações ótimas, esperado para o filme, destaque para Jake Abel que surgiu em várias adaptações literárias (como no “Percy Jackson e o Ladrão de Raios” como Luke, “Eu Sou o Número Quatro” como Mark James e estará em “Percy Jackson e o Mar de Monstros” em fase de pós-produção).

O começo, depois da captura da protagonista, começa bem parado e se desenvolve, porém de forma lentamente; algumas cenas surgem “do nada” e depois é rapidamente solucionado e utiliza muito da trilha sonora exaustivamente, apesar de serem boas pro meu gosto.

Detalhe: Não li o livro, por isso, não posso opinar sobre a adaptação do livro para o filme.

É um filme que segue a fórmula de querer os fãs do Crepúsculo e pode agradar o público que não gosta da Stephenie e companhia (Stephenie Meyer é produtora do filme).

Classificação: ☼ ☼ ☼ ½ (escala de zero a cinco)

Anúncios
Padrão